Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina

21 de set de 2009

Viajar no tempo. Isso é possível?


Quem um dia não se perguntou se a viagem no tempo é possível? Cientistas já responderam a essa pergunta e poucos sabem disso. Viajar no tempo é possível sim. Os físicos possuem resposta imediata: “Teoricamente, é possível ir para o futuro. Voltar para o passado, seria improvável”.
Aliás, os cientistas já conseguiram enviar partículas para o futuro! Os testes são feitos nos aceleradores de partículas, como o LHC. Para testar a idéia, os pesquisadores usaram duas partículas idênticas e instáveis - que se desintegram em segundos. Eles deixaram uma parada. Enquanto a outra foi colocada em movimento. A partícula que ficou parada se desintegrou primeiro.
Segundo a Teoria da Relatividade, do físico Albert Einstein, quanto maior for a velocidade de um objeto, menor é a passagem do tempo para ele. Por isso, a partícula que ficou parada desapareceu antes. Do mesmo modo, se um humano fosse enviado para o futuro, o tempo para ele passaria mais devagar do que para os seres humanos que ficassem no presente. “O tempo é relativo”, diz a sabedoria popular. Após esse experimento, logo uma pergunta apareceu.

Se os cientistas conseguiram enviar partículas, por que não mandaram humanos?

Conceitualmente, todos os seres vivos estão “viajando” para o futuro. Envelhecer é uma maneira, biológica, mais simples de sair de uma época e ir para outra. Acelerar essa viagem ou transitar para o futuro e, em seguida, voltar ao tempo de onde partiu a expedição é possível. Mas não uma tarefa simples. Demandaria tecnologia que ainda não foi desenvolvida. Afinal, a massa - quantidade de matéria de um corpo - de uma partícula é menor do que a do ser humano.
Para que as pessoas viajassem no tempo, seria necessário construir um veículo que alcançasse uma velocidade muito alta. Próxima a velocidade da luz que é de 300 mil quilômetros por segundo. Mesmo assim, se esse veículo fosse construído, dois problemas deveriam ser solucionados. O material do qual seria feito esse meio de transporte teria que suportar o calor e o impacto da viagem. Outro detalhe é que, para atingir tamanha velocidade, o veículo precisaria de uma quantidade imensurável de combustível.

Qual o problema de voltar ao passado

Segundo a Teoria da Relatividade, seria provável viajar para o passado. Porém os físicos teriam que enfrentar dois problemas. O primeiro é filosófico. O que aconteceria se, em uma dessas viagens, a pessoa matasse os seus antepassados antes mesmo dela ter nascido? Seria um paradoxo que tornaria o universo inconsistente - que não pode gerar duas realidades diferentes. Essa resposta a ciência não tem. Outro detalhe é que, a física quântica - o estudo dos sistemas físicos cujas dimensões são próximas ou abaixo da medida do tamanho de um átomo - descarta a possibilidade de volta ao tempo.
Supondo-se que fosse criado um veículo para voltar ao tempo. De acordo com a física quântica, ao ser colocado em funcionamento, ele seria destruído antes mesmo de fazer a viagem. Isso porque o efeito “colateral” do veículo criaria um vácuo quântico - composto por partículas que aparecem e “morrem” rapidamente. Esse vácuo teria uma energia tão grande que não daria suporte para o funcionamento do veículo. Ao entrar em funcionamento o veículo seria destruído por essa força.


Eu adoraria voltar no tempo e consertar muitas cagadas!

4 comentários:

Anônimo disse...

Muito boa a reportagem!!

Anônimo disse...

Bom dimaiz

Anônimo disse...

eu tenho poder de voltar no tempo só voltar (6)

Anônimo disse...

eu tenho o poder de voltar no tempo só voltar (6)

Postar um comentário

Trem do Capeta © 2008 Template by:
SkinCorner